O tribunal do Júri Popular da Comarca de Senhor do Bonfim, presidido pelo Juiz de Direito, Dr. Teomar Almeida de Oliveira, titular da Vara Crime, se reuniu nesta terça-feira (19), para julgar o réu Abdias Ferreira de Oliveira, acusado de matar seu primo, Paulo Ferreira da Conceição, fato ocorrido no dia 13 de abril de 2014, por volta das 22h30, na Fazenda São João, município de Andorinha-BA.

Por 4 x 3, os jurados decidiram condenar Abdias a 29 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado. A defesa do réu, patrocinada pelo criminalista Dr. Marcus Rebouças, recorreu em plenário da sentença mediante a apresentação de Recurso de Apelação, o qual deverá ser julgado pelo Tribunal de Justiça da Bahia.

Segundo o advogado, “nas razões iniciais, aduz ser a pena aplicada extremamente excessiva, como ainda que os jurados julgaram por 4 x 3 e, portanto, com a diferença de apenas 01 voto quanto à tese da defesa, sendo que ainda e pela quebra da incomunicabilidade entre duas testemunhas da acusação, o júri deverá em breve ser anulado para que outro julgamento seja realizado nesta comarca“, afirmou Dr. Marcus Rebouças.

*BLOG DO ELOILTON CAJUHY