Familiares da vítima moram no Bairro da Olaria, aqui em Senhor do Bonfim

Henrique era natural de Senhor do Bonfim (Foto: Varela Notícias)

O taxista do aplicativo Uber José Henrique Alves Pedreira, 24 anos, natural de Senhor do Bonfim, foi morto a tiros na noite deste sábado (06), no bairro de Ilha Amarela, no Subúrbio Ferroviário de salvador. De acordo com o site Varela Notícias, a vítima chegou a ser socorrida por agentes da 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Lobato) para o Hospital do Subúrbio, mas o rapaz não resistiu aos ferimentos e morreu.

Ainda segundo informações do Varela Notícias, a polícia diz que o motorista foi morto dentro de um Prisma branco que dirigia. Diz, também, que não pode afirmar se o crime deve ser classificado como latrocínio ou homicídio. A informação é de que o veículo não foi levado pelo assassino. O crime deve ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Já o site Bocão News, afirma que duas mulheres foram presas acusadas de planejarem a morte de José Henrique. A reportagem do BLOG DO ELOILTON CAJUHY conversou com um primo da vítima e foi informada que a principal hipótese é de assalto.

Ainda segundo apurou nossa reportagem, Henrique estava noivo e foi trabalhar no Uber em Salvador, a fim de obter recursos para o casamento. A família dele, que mora no Bairro da Olaria, aqui em Senhor do Bonfim, ainda não informou quando será o velório e o enterro da vítima. Entre parentes e amigos de José Henrique, o clima é de muita revolta e tristeza.

Familiares de Henrique estão revoltados e consternados com sua morte (Foto: Arquivo família)

*BLOG DO ELOILTON CAJUHY