manifestacao-em-itiuba

Movimento Vem Pra Câmara Itiúba : Foto: Divulgação

O aumento de até 50% nos salários dos vereadores, prefeito, vice e secretários de Itiúba, proposto pela Mesa Diretora da Câmara, caiu como uma bomba na sociedade itiubense na semana passada. Os edis pretendem aprovar seus subsídios no valor de R$ 7.500,00 a partir de 2017, este aumento não está sendo bem ‘digerido’ pela população.

Um movimento espontâneo e apartidário contra a elevação, formado por estudantes, servidores públicos e profissionais liberais chamado ‘Movimento vem pra Câmara Itiúba” está ganhando força. O grupo fez o primeiro protesto na terça-feira (08) na Câmara de Vereadores, que resultou na suspensão da sessão, ficando para outro dia a votação das contas do atual prefeito Banga e a definição de uma data para votar o aumento que chamam de abusivo, ou seja de 50% proposto pela Mesa Diretora da Casa.