gas

Assim podemos definir o que está acontecendo em Senhor do Bonfim com as Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo – o gás de cozinha. Além de sofrer um reajuste acima da média autorizada pelo governo que seria de 15%, os donos das empresas não se contentaram e reajustaram seus preços em 25%, agora o bonfinense deverá enfrentar uma prática que caracteriza a formação de Cartel, pagando R$ 60,00 (sessenta reais) pelo botijão de gás e o preço está tabelado em todas as distribuidoras, fizemos a pesquisa nesta quarta e constatamos uma denúncia divulgada nos Blogs e Programas de Rádios locais.

Para você que não sabe, Cartel é uma organização de comercialização em conjunto criada por empresas do mesmo ramo, que fixam o preço de venda e as quotas de produção, que assim deixam de concorrer entre si e aqui em Senhor do Bonfim, todas as distribuidoras estão com preços tabelados e o consumidor foi surpreendido na última semana com o reajuste de 25% e botijão passa de R$ 48,00 para R$ 60.00. Enquanto a média dos aumentos salarias estão na ordem de 6%. Vale ressaltar, os próprios fornecedores de Senhor do Bonfim, comercializam o mesmo produto em distritos e municípios vizinhos entre R$ 38,00 e R$ 48,00. Agora entenda! Será que o poder aquisitivo e/ou renda per capita do consumidor de Senhor do Bonfim é maior que os demais vizinhos? É um problema para o Poder Legislativo, Ministério Público e outras instâncias que não dispomos na cidade como PROCON e CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). 

Por: Carlos Alberto Pereira da Silva (Betinho), Bacharel em Ciências Contábeis, Pós-Graduado em Administração Hospitalar, Pós-Graduado em Controladoria, Pós-Graduado em Gestão Governamental, servidor da UNEB há 25 anos, ex-vereador. Consultoria e Assessoria Pública.