jaguarari chuvajaguarari chuva 1

 

Há alguns dias a comunidade jaguarariense se reunia em orações pela chegada da chuva para por fim a seca, uma das mais severas das ultimas cinco décadas. Hoje, pelo menos na Sede do município, o quadro é outro: ruas alagadas e casas invadidas pelas águas.

A água que caiu na cidade entre terça e quinta-feira diminuiu os efeitos da seca e acumulou-se na barragem que abastece a cidade. Por outro lado, as chuvas desses dias foram tão intensas que casas caíram; paralelepípedos foram arrancados e estradas vicinais ficaram intransitáveis, ilhando povoados e fazendas. A ponte que dá acesso ao povoado de Outeiro não agüentou a força da água e cedeu.

Segundo técnicos da Prefeitura, dezenas de famílias ficaram desalojadas, outras perderam tudo ou quase tudo após a invasão da água em suas residências.

As localidades mais atingidas, até o momento foram: Olhos D’ Água, Gameleira, Outeiro, Catuni da Estrada, Juacema, todas do interior. Na Sede, contam-se o Bairro do Mutirão, as Ruas Goiânia, do Campo, do Matadouro e do Engenho.

Segundo o Secretário de Infraestrutra e Obras Públicas, Antônio Carlos Xavier, “ainda não é possível mensurar o tamanho dos prejuízos causados pelas chuvas. Equipes da Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas estão fazendo levantamento para apurar o quanto deverá ser reconstruído”, disse.

Xavier relatou que no momento é realizado trabalho de desobstrução e recuperação de vias púbicas e estradas vicinais danificadas por causa das chuvas.

Já a Secretária de Desenvolvimento Social, Cléia Queiroz, iniciou trabalho de vistas as casas de famílias atingidas. De acordo com ela, estão sendo viabilizados colchões, mantimentos e fogões para auxiliar às famílias desalojadas, e as que perderam mobília com as enchentes.

O Prefeito Antônio Nascimento, percorreu os principais trechos afetados e relatou que a Prefeitura, com o apoio de sua equipe e voluntários, está alojando as famílias desabrigadas em escolas e no Centro de Cultura da Paróquia.

No inicio da manhã desta quinta-feira, logo após a forte chuva, seu Antônio disse que embora ainda não fosse possível precisar o número de pessoas desalojadas, ou que necessitam de algum auxílio, o governo municipal se mobilizará para dar o suporte necessário às famílias. Disse ainda, que será expedido decreto de emergência por conta das chuvas, para  que o município  possa receber recursos dos governos estadual e federal, a fim de auxiliar as vítimas dos alagamentos  e a recuperação de áreas danificadas,    mas que até o momento, a Prefeitura trabalha com recursos próprios.

Seu Antônio já adiantou que algumas famílias deverão ser indenizadas e terrenos desapropriados mediante indenização, para a execução de obras emergenciais de drenagem, a fim de evitar que algo mais grave possa acontecer.

A Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas também está analisando estruturas de casas que podem ter sido comprometidas e orientado moradores a deixarem áreas de riscos.

O Secretário de Administração, José Roberto declarou que foram contratados, emergencialmente, cerca de 30 homens para os trabalhos de recuperação de áreas danificadas pelos alagamentos. Além disso, casas estão sendo alugadas para alojar famílias desabrigadas.

jaguarari chuva 4

 

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Jaguarari