Governo de Senhor do Bonfim, através da Secretaria de Integração Social, juntamente com moradores do Cazumba uniram-se para registrar a história de uma das comunidades mais antigas do município. O resultado dessa parceria é a cartilha Cazumba 1 – 100 Anos de Resistência e Luta, uma História pra Contar.

Lendas, tradições, “causos”, poemas, cordel, a biografia de antigos moradores, fatos históricos e outras curiosidades compõem 22 páginas da revista, que teve a colaboração das Secretarias de Educação e Esporte, Administração, Cultura, da Academia de Letras de Senhor do Bonfim (Aclasb), do Hotel Novo Leste e da Cavepe para sua produção.

A revista – Foram confeccionados trezentos exemplares que devem circular principalmente nas escolas e bibliotecas municipais e entre moradores do Cazumba.

O fascículo foi apresentado extraoficialmente no II Fórum Comunitário Selo Unicef Município Aprovado ocorrido no dia 24 de julho, em Bonfim, como informou José Laércio Máximo da Silva, representante do povoado e um dos responsáveis pelo recolhimento dos documentos e das informações contidos na cartilha.

Uma comissão formada por 14 pessoas, dentre elas: professores, alunos e moradores do Cazumba, coordenadas pelo Presidente da Academia de Letras de Senhor do Bonfim, José Gonçalves do Nascimento, por José de Santana Salgado e Silvana Ozelina (que no início do projeto era secretária de Integração Social), realizaram por quase dois anos uma extensa pesquisa, na qual foram resgatados documentos que comprovam a origem do povoado, recentemente reconhecido remanescente quilombola.

“A cartilha foi resultado de um trabalho de mutirão em que cada membro da comunidade teve participação efetiva na execução do projeto. Aí está o diferencial em relação a outros produtos que se nos oferecem. São textos produzidos pelas pessoas da comunidade, que voluntariamente resolveram contar a sua história. De modo que a população do Cazumba se vê e se identifica com a produção”  – contou José Gonçalves.

Entrevistas e fotografias também contribuíram para a elaboração do projeto que será lançado no dia 4 de agosto, a partir das 17, no Cazumba.

Eu acho muito importante esse registro. O Cazumba está revivendo a sua história desde o começo e isso é uma riqueza muito grande” – afirmou a Secretaria de Integração Social, Raimunda Almeida

Importante para o município – O prefeito de Senhor do Bonfim, Paulo Machado assina o editorial do fascículo. “Conhecer a história é passo decisivo para qualquer povo se apoderar na luta para a construção da sua cidadania” – escreveu o gestor.

No decorrer das páginas a história do povoado, que completou seu centenário em 2010, é destrinchada em detalhes. Vai desde a trajetória do casal Carlos Cardoso de Barros e Thereza Maria de Jesus que deram origem à localidade, até a apresentação do Hino do Cazumba, criado pelo imortal da Aclasb, Antônio Ferreira da Silva, mais conhecido como Durá, morador da localidade.

“A cartilha também é muito importante para o município, porque faz parte da história de Senhor do Bonfim” – enfatizou a assessora-chefe da Integração Social, Silvana Ozelina.

 Ascom