O estudante Felippe Jambeiro, entrou em contato com este blog, para apresentar a sua versão. Jambeiro, nega que tivesse qualquer participação em gangues, diz em sua versão que algumas informações são inverídicas.

Ocorre que o termo gangue foi usado pelo próprio delegado Delmar Bitencourt, que chegou ainda a informar que a violência nas mensagens do facebook chegam a um nível preocupante.

Portanto todas as informações foram postadas diante das colocações do próprio delegado, conforme entrevista aqui mesmo publicada.

Em tempo, segue abaixo a versão do estudante:

Olá repórter! Sou João Filippe Jambeiro! Tudo bom? Olhe só:
Eu li a postagem em seu blog sobre o que você falou ” brigas entre gangues rivais “, tendo inclusive usado meu nome nessa história aí ! O VERDADEIRO FATO foi que o menor de idade da sacramentinas inventou absurdos sobre minha irmã, e eu de cabeça quente postei no meu facebook que ia matar ele! realmente eu falei isso, mas jamais enconstei um dedo em alguem! falei por falar. Foi uma maneira de fazer com que ele parasse de falar de minha irmã, que inclusive estava no hospital em trabalho de parto! Sobre esse pessoal que estava indo para a porta do colegio, eu não tenho nada haver! Até porque eu estava em Petrolina- Pe. Tudo que eu tinha pra resolver, já foi resolvido com o delegado! Não existe gangues e muito menos brigas! o que houve foi um comentario infantil de minha parte, reconheço isso, em dizer que iria matar o jovem. Coisa que jamais eu faria! Nunca nem briguei com ninguem na minha vida. Então eu venho aqui encarecidamente te pedir que retire de seu blog pelo menos a parte mentirosa de sua versão! Quero deixar bem claro que isto não é uma acusação, é apenas um pedido. Se isso tudo fosse verdade, tenha certeza que eu não iria me importar! Mas nada disso que vc falou é verdade! Sou pai de familia, estudante de universidade e nunca fiz parte de gangue alguma. Dessas 9 pessoas envolvidas, eu só conheço 3 pra você ter uma noção! Venho aqui te mandar esse e-mail pra gente resolver da melhor forma possível! Agradeço sua compreenção! Um Abraço!