O pré -candidato a prefeito de Sr do Bonfim, pelo (PSC), Meireles, atacou duramente a gestão do prefeito Paulo Machado(PP). Os ataques foram publicados no BLOG do próprio pré-candidato, e já repercute na cidade.

Confira:

Mais uma vez, o prefeito na tentativa de justificar sua desastrosa administração transfere a culpa do seu insucesso e a falta de desenvolvimento em nossa cidade aos empresários locais, quando insinua que os mesmos deveriam investir seus lucros na cidade, ao invés, de comprar apartamentos e outros bens em Salvador ou em qualquer lugar fora do município.

Com essa insinuação inconsequente e injusta, o alcaide coloca os empresários da terra como desinteressados com o crescimento econômico regional, transmitindo a nítida impressão a sociedade, de que  iniciativa privada é quem é a responsável pelo desastre dos onze anos da administração do PT aqui no municipio, e mais o tempo que lhes resta agora junto ao PP, partido que o acolheu,  depois do período que ficou sem teto político para abrigar-se.

A iniciativa privada  bonfinense está corretíssima em procurar o local que lhe convier e que seja mais favorável  para realizar e expandir seus investimentos e negócios, pois vivemos em regime capitalista e democrático, e empresa sobrevive de resultados positivos.

O que ocorre é que o empresariado bonfinense não confia nesse governo que vive de promessas há mais de uma década, e não resolve problemas vitais que são fundamentais para alavancar o desenvolvimento comercial,  industrial e econômico regional. Para não ser repetitivo vamos citar apenas alguns desses gargalos entupidos  por essa gestão, que pela ineficiência e falta de compromisso obstrui o  crescimento do nosso municipio, como:

a construção do matadouro municipal que motivou o cancelamento da histórica cadeia produtiva dos marchante, que hoje proibidos de exercerem sua profissão, viram-se obrigados a trabalhar na clandestinidade para sobreviverem, sendo fiscalizados pela ADAB, no cumprimento do seu dever;

o mercado municipal que encontra-se impossibilitado pela insalubridade e péssimas condições de funcionamento de ser utilizado pelos comerciantes e população como um todo;

o hospital regional HDAM que praticamente já está fechando as portas, obrigando o alcaide a reconhecer a sua inoperância e o fracasso do seu governo, quando foi forçado  juntamente com a câmara de vereadores e seguimentos da sociedade organizada, subvertendo a ordem pública,  liderarem um movimento popular que culminou com o fechamento da BR 407, no último dia 11, com a intenção de chamar a atenção do governador (PT),  para a caótica situação dessa casa de saúde, e que  como previmos, lamentavelmente até o momento, não surtiu nenhum efeito positivo.

Empreendedor experiente e de sucesso não é estimulado a investir em município mal administrado em que o gestor vende patrimônio público para “pagar débitos” e vive em constante inadimplência com seus fornecedores e tira o poder de compra do funcionalismo quando atrasa seus salários direta ou indiretamente.

Luiz César Meireles