Queremos saúde, queremos um hospital !!! Queremos Saúde, Salve o Hospital !!! Esse foi o grito de clamor entoado por milhares de cidadãos da Região Norte do Itapicuru que marcharam unidos pelas ruas de Senhor do Bonfim em direção à BR-407 em prol do único Hospital que atende precariamente a população da região do Piemonte Norte do Itapicuru composta por nove municípios com uma população estimada em 350 mil habitantes.

A reivindicação por investimentos no Hospital Dom Antonio Monteiro chegou ao extremo, segundo os organizadores, a indignação é latente e a mobilização foi necessária devido à grande quantidade de reivindicações às autoridades estaduais sem uma resposta plausível. Atualmente a dívida do Hospital gira em torno de R$20 milhões de reais, não há UTI, faltam médicos, falta material para procedimentos básicos, não existe legistas na cidade, a estrutura está sucateada e a reserva de oxigênio está prestes a  acabar.

Sem investimentos ou um intervenção estadual o Hospital Dom Antonio Monteiro divide com a população a incerteza do tempo que sobreviverá, a situação é tão grave que pessoas que sofrem acidentes com pequenas fraturas são encaminhadas para o hospital em Juazeiro, cidade distante 130km. A situação é tão preocupante que o atual Diretor do Hospital, Sr.José Lourenço confidenciou que em alguns casos é feito uma “vaquinha” para compra de material de limpeza, e outros casos, o diretor pede emprestado remédios de uma clinica particular.

Durante a manifestação que interditou a BR407 por uma hora e meia, ouviam-se os gritos de ordem, coros inflamados e comoção mesclada aos pedidos individuais de apoio ao Governador Wagner e ao Secretário de Saúde em prol de uma solução rápida para o problema. Centenas de Cartazes e faixas mandavam os recados ao Governo da Bahia, intercalados pelos relatos emocionantes das famílias e amigos das vitimas que ainda sofrem a ausência dos seus entes queridos.

A região que engloba nove municípios no seu escopo ( Senhor do Bonfim, Andorinha, Filadélfia, Campo Formoso, Ponto Novo,Pindobaçu, Antonio Gonçalves, Caldeirão Grande e Jaguarari) e que possui apenas um Hospital precário em estrutura e atolado em dívidas poderá se manifestar novamente, porém, segundo os populares, desta vez de forma mais contundente. Durante a manifestação o vice-governador Otto Alencar entrou em contato com o Prefeito de Senhor do Bonfim, Paulo Machado informando que o Governador Wagner marcará um audiência com membros da sociedade para tratar do assunto.

Um fato que chamou a atenção foi a ausência da militância do PT e do Secretário Carlos Brasileiro,  acostumados à manifestações perderam o bonde da história e não poderão explicar para a população bonfinense a falta de interessa por essa causa justa. Outra situação vexatória aconteceu com o atual Secretário de Saúde, Francisco Lustiago que se negou a falar para a imprensa estadual, quando abordado pela repórter do Jornal A Tarde apenas disse que não falaria, e se eximiu da responsabilidade que também lhe compete. Afinal, se o hospital regional vai mal, a saúde do município também sofre. Ou não?


FOTOS:

BLOG DO CLEBER VIEIRA