Barão de Cotejipe, Costa Pinto e Dois de Julho, ganharam o direito na justiça de realizarem a soltura de Espadas.

Decisão saiu na tarde desta quarta-feira.

A noite do 23 de junho do São João de Bonfim volta a ter o brilho das espadas. Após o árduo trabalho da Associação Cultural dos Espadeiros de Senhor do Bonfim, através de um habeas corpus preventino, será permitido a soltura das espadas nas ruaa Costa Pinto, Júlio Silva e Barão do Cotegipe.

Uma vitória que não legaliza a Guerra de Espadas, mas um grande passo dentro dessa luta pela preservação da cultura, da tradição e da coletividade de Senhor do Bonfim.