A quebra do licuri (ou Ouricuri) é uma pratica antiga e que está sendo realizada em muitas localidades de Andorinha trazendo benefícios econômicos. Na fazenda Saco do Soares todos os anos ocorre a “Quebra do Licuri”, quando algumas pessoas da comunidade se organizam e fazem essa separação da fibra, e posteriormente a quebra, separando a amêndoa da casca para que então essa amêndoa seja destinada a venda.

Esse ano a Associação de Saco do Soares contou com uma ajuda diferente, foram doadas 2 máquinas pelo Programa Pró-Semiárido, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia (SDR) , Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e, que recebeu todo apoio da Prefeitura na viabilização, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, contando também com a assistência técnica do Instituto de Desenvolvimento Social e Agrário do Semiárido (IDESA). O objetivo das máquinas é separar a fibra e a outra quebrar o licuri, para dessa forma agilizar o processo, que anteriormente era manual.

“Agora a associação poderá contar com um equipamento moderno e isso auxiliará diretamente para renda da comunidade já que o trabalho será realizado mais rápido. Em nome dos beneficiados agradecemos a todos os envolvidos.”, afirmou Valtonio Guimarães, Secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente.

FONTE: ASCOM-PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDORINHA