Houve investimento conforme Plano de Ação aprovado pelo CME e aceito pelo MPF

Mais uma vez a rádio comunitária e blog usados pela gestão atual, inclusive em toda a campanha eleitoral, vem com mentiras e ofensas ao ex-gestor Everton Rocha e a sua Administração assim como fez no período de 2018 a 2020.

Mentiras causa instabilização ao município, assim como gera processos como vários que se encontram na justiça contra esse “meio de comunicação”. Entre vários desses, se encontra uma AIJE (Ação de Investigação Judicial) ajuizada contra o responsavel por esses “meio de comunicação” que sofrerá punição pelos crimes cometidos e contra o atual gestor que a qualquer momento poderá ser julgada, inclusive podendo levar a cassação de mandato com inelegibilidade por 8 anos.
Mas no entanto, nosso objetivo é deixar bem informada a população jaguarariense.

O dinheiro do FUNDEF/FUNDEB foi investido conforme o PLANO DE AÇÃO EDUCACIONAL enviado a Justiça Federal, aprovado pelo Conselho Municipal de Educação e aceito pelo Ministério Público Federal.

Foram investidos em mobiliário novo para todas as escolas como carteiras estudantis, geladeiras, frezeres, mesas, armários, estantes, com Bibliotecas Infantis, livros didáticos e reforma das 38 unidades escolares, que se encontravam em total decadência.
Qualquer um é capaz de averiguar a compatibilidade do investimento feito.
Vale ressaltar que o ex prefeito Everton Rocha assim que iniciou sua gestão em 2017 se dedicou junto ao juridico do município a conseguiu essa verba. Além dos quase 5 milhões deixado nessa conta, há mais 3.5 milhões em discussão e mais 40 milhões que ainda estão judicializados que com dedicação do atual gestor, poderão vir para os cofres públicos do municipio.
Logo, as falácias não irão desqualificar uma Administração que honrou o dinheiro público, que investiu em várias áreas do Município, seja na saúde, educação, infraestrutura e social. Nunca se investiu tanto em Jaguarari.

A matéria com informações distorcidas vai gerar novo processo na esfera judicial pela prática de Fake News.

Além disso, porque não falam que a Administração de Everton Rocha deixou mais de 1 milhão e meio só na Assistência Social que deverão ser bem usados agora para amenizar o reflexo deixado pela pandemia, além de vários outros valores de convênios das outras pastas?

Importante refletir sobre essas questões.