Durante o encontro realizado nesta quarta-feira (23), entre as esquipes de transição do prefeito eleito Laércio Junior e da atual gestão, uma afirmação feita pelo secretário de saúde de Senhor do Bonfim Neto Guimarães causou grande preocupação aos futuros gestores. A reunião tinha como foco a entrega dos relatórios contendo informações sobre bens públicos de saúde, ações, programas e serviços prestados pela administração municipal a população. Entre esses serviços está o combate a Covid-19, porem o titular da pasta da saúde confirmou em ata que o município não dispõe de nenhum teste rápido e que não existe previsão para a aquisição de novos testes.

Confira trecho extraído da ata:

Essa notícia traz grande preocupação, já que com a proximidade das festas de final de ano o município irá receber milhares de visitantes e não será possível fazer a testagem preventiva, o que poderia reduzir o numero já extenso de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. O que chama a atenção nesta situação que mesmo tendo consciência do estoque de testes rápidos estarem zerado, a prefeitura de Senhor do Bonfim contrariando o decreto do governo do estado que proíbe a realização de eventos com até 200 pessoas autorizou a realização da “Feira Chic” na noite do dia 24 de dezembro pondo em risco a população. Vale ressaltar que durante a realização do tradicional evento natalino milhares de pessoas em sua maioria crianças passam pelo local, e devido à ausência de testes rápidos o número de contaminados podem crescer ainda mais.

A situação é preocupante haja vista que existe uma crescente no número de casos no município e que devido à ausência de testes rápidos e a demora do resultado emitido pelo LACEN que pode a chegar há 10 dias, o paciente caso esteja contaminado poderá contaminar muitas outras. Desta forma a futura gestão deverá se empenhar na obtenção de novos testes e já preparar um plano preventivo e de contenção da doença que já vitimou 23 bonfinenses e contaminou mais de mil e quinhentas pessoas.