A Prefeitura de Senhor do Bonfim recebeu nesta quinta-feira (17), uma intimação enviada pelo Presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, Plínio Carneiro Filho, cobrando da administração municipal, os motivos para a realização do processo licitatório nº 17/2020, que tem como objetivo a venda da folha de pagamento dos funcionários pelo valor de R$ 3.214.000,00 (Três milhões, duzentos e quatorze mil reais). A publicação do TCM-BA disponibiliza o prazo de 5 dias para que o prefeito Carlos Brasileiro explique tal licitação.

Abaixo publicação do TCM-BA

A publicação do edital para a realização desta licitação gerou para o executivo municipal uma Ação Popular protocolada no Tribunal de Justiça – BA pelo prefeito eleito Laércio Júnior, requerendo ao Poder Judiciário, liminarmente, a suspensão da licitação referida, faltando poucos dias para o fim do mandato. Além do prefeito, constam como alvo da ação popular o secretário de Finanças, Adilson Lopes Brasileiro e o pregoeiro, Valmir Araújo da Silva.

Minuto Bahia