As contas da Câmara de Vereadores de Senhor do Bonfim, exercício financeiro de 2019, de responsabilidade do Edil Cleiton Vieira Pinto, foram aprovadas durante sessão de julgamento, realizada nesta terça-feira, 24 de novembro de 2020.

Confira abaixo, notícia ofício do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia .

TCM APROVA CONTAS DE 19 CÂMARAS MUNICIPAIS

Na sessão desta terça-feira (24/11), realizada por meio eletrônico, os conselheiros e auditores da 2ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios aprovaram, com ressalvas, as contas das câmaras de vereadores de mais 19 municípios do estado, todas referentes ao exercício de 2019. Alguns dos vereadores presidentes foram penalizados com multas que variam de R$1 mil a R$8 mil, em razão das ressalvas apontadas nos relatórios técnicos por causa de irregularidades e erros formais. Já as contas da Câmara de Jandaíra, da responsabilidade do vereador Alan Augusto Nascimento, foram aprovadas na íntegra, sem a indicação de qualquer ressalva.

Os presidentes das câmaras de Cícero Dantas (Abelardo de Castro Júnior), São José do Jacuípe (Maurício Reis dos Santos), Iramaia (José Roberto Rocha) e de Serra do Ramalho (Almiro das Neves Silva) também foram punidos com a determinação de ressarcimento aos cofres municipais das quantias de R$613.226,70, R$151.302,28, , R$12.000,00 e R$3.005,00, respectivamente, com recursos pessoais, em razão de irregularidades na aplicação dos recursos públicos.

Foram aprovadas com ressalvas as contas das câmaras de Cícero Dantas, de responsabilidade do vereador Abelardo de Castro Júnior; de Coaraci, Edson Santos Galo; de Pedro Alexandre, Arquimedes Almeida Santos; de Santa Maria da Vitória, Petrônio Cordeio Neto; de São José do Jacuípe, Maurício Reis dos Santos; de Senhor do Bonfim, Cleiton Vieira Pinto; de Valença, Mateus Orge Passos; de Aramari, Davino Bispo de Cerqueira; de Cabaceiras do Paraguaçu, Juraci de Santana; de Iramaia, José Roberto Rocha; de Serra do Ramalho, Almiro das Neves Silva; de Esplanada, Rosemary dos Santos; e de Serra Dourada, Marinaldo de Souza Pereira.