O Ministério Público recorre da decisão do juiz eleitoral de primeiro grau e a possibilidade de Carlos Brasileiro ser eleito vai ser decidida do Tribunal, em Salvador.

Inúmeros foram os argumentos lançados pelo promotor eleitoral Dr. Rui Sanches, que assegura, pelos fundamentos de seu recurso que Carlos Brasileiro não pode ser candidato nestas eleições.