O Bonfinense Euvaldo Neto, chefe da regional de Feira de Santana é dos concorrentes ao Conselho de Administração da Embasa. Confira matéria na íntegra extraída do Bahia Notícias

O Conselho de Administração da Embasa realizará nos dias 7 e 8 de outubro a votação para a escolha de um representante dos empregados para integrar a entidade pelos próximos dois anos. O cargo tem a incumbência de falar pelos empregados da instituição, garantir que suas demandas sejam pautadas, buscar por melhores condições de trabalho, benefícios, além da buscar pelas melhorias para a instituição como um todo. 


O cargo será disputado por quatro funcionários, entre eles o engenheiro Euvaldo Neto, de 38 anos. Com 13 anos de casa, Euvaldo já ocupou sucessivos cargos de liderança dentro da instituição ao longo dessa trajetória.


“Atualmente, estou gestor da maior unidade da Embasa no interior da Bahia, composta por uma equipe com mais de 750 funcionários, conquistei grandes coisas nessa minha trajetória, como a assinatura de contratos de programa junto a 34 municípios da Unidade Regional de Feira de Santana, isso é o que potencializa a atuação da instituição nos municípios, fortalece a sua presença e garante a permanência dos seus serviços para os mesmos”. 


Euvaldo se intitula o candidato que trará a renovação que a Embasa precisa. Ele entende que o marco do saneamento é irreversível e é preciso ser encarado como uma realidade, apresentando propostas para lidar com isso de maneira que não permita que a Embasa tenha seus serviços sucateados e seja sobrepujada pelo setor privado. Acredita ainda no fortalecimento da instituição, na capacitação dos funcionários e na melhoria dos serviços prestados às comunidades e clientes, dando um salto qualitativo à Embasa, tornando-a mais competitiva e eficiente. 


Concorrem ainda Abelardo de Oliveira Filho, de 69 anos, engenheiro Civil com 44 anos de carreira e um histórico de militância. Abelardo é funcionário da Embasa há 41 anos e já no fim dos seus serviços dentro da instituição, tendo atuado, inclusive, como presidente da instituição. É o atual representante dos empregados no Conselho de Administração da Embasa. Na percepção dele, é possível reverter o novo marco do saneamento básico.


Já Silvana Teodoro Rodrigues da Silva, engenheira civil com MBA em Gestão Empresarial e Saneamento Ambiental, na Embasa desde 1998, já desempenhou diversas funções dentro da instituição como gestora da Coordenação Comercial da Superintendência Norte e gestora da Divisão de Comercialização da Unidade Regional da Federação. Sua trajetória profissional foi é pautada nos princípios de ética, comprometimento, transparência e valorização das pessoas, com competência, agilidade e objetividade no desenvolvimento das atividades.


Também disputa Benedito Tourinho Dantas, de 62 anos. Benedito iniciou a vida profissional na SURCAP em 1975. Está na Embasa desde 1982, onde também teve uma longa trajetória e realizações, como cargos ocupados e projetos alcançados. Para ele, o saneamento básico é uma atividade estratégica que não deve em hipótese alguma estar sob controle total da iniciativa privada.