A justiça eleitoral de Senhor do Bonfim, não acatou as decisões proferidas e transformou a pena sofrida por Carlos Brasileiro em pecuniária.

Segundo informações, decisão que foi proferida agora há pouco garantiria o direito de Carlos Brasileiro concorrer a reeleição.

O processo é relacionado às ofensas sofridas por Gorete Braz, perpetradas pelo atual gestor.

MPE vai recorrer da decisão.