ASCOM – Prefeitura de Jaguarari-BA

Na ultima terça-feira (03), o Prefeito de Jaguarari, Everton Rocha, acompanhado pelo Secretário de Meio Ambiente, Paulo Gonçalves e sua equipe técnica, se reuniu em audiência com o Promotor de Justiça Dr. Pablo Almeida, na cidade de Jacobina. Como vem acontecendo em toda Bahia, o Ministério Público Federal (MPF) vem passando diversas recomendações aos gestores a respeito da eliminação dos lixões e transição para aterros controlados.

O titular do MPF, Dr. Pablo Almeida, parabenizou a forma atuante como vem agindo o Conselho Municipal de Meio Ambiente de Jaguarari. Segundo o magistrado, o conselho segue a risca todos os parâmetros para uma boa analise de possíveis danos ao meio ambiente.

Visando melhorar ainda mais o trabalho do Conselho Municipal e da própria Secretaria de Meio Ambiente, o Prefeito Everton Rocha mencionou a necessidade da reformulação da lei e se comprometeu em enviar à Câmara de Vereadores um projeto de lei propondo a reformulação da lei do meio ambiente e proteção dos mananciais.

“Com essa atualização na lei, teremos um poder de atuação para exigirmos responsabilidade na exploração das riquezas no nosso município, trabalhando na preservação dos nossos mananciais e principalmente fiscalizando a retirada de minérios”, falou o Prefeito Everton Rocha.

O Secretário de Meio Ambiente, Paulo Gonçalves, saiu muito confiante da reunião. “Fomos autorizados a abrir um aterro controlado na sede e no distrito de pilar, mas teremos que seguir as normas estabelecidas. Agora é trabalhar em conjunto com o MPF para que tudo esteja de acordo, sem causar dano ao meio ambiente”, ratificou o secretário.

Foi agendada a visita do Promotor de Justiça, Dr Pablo Almeida, já na próxima terça-feira (10) a Jaguarari, onde irá visitar o lixão da sede e na área onde a prefeitura deseja implantar o aterro controlado, haja vista que o município se antecipou e já tem em andamento a transição de lixão para aterro controlado.

“Dr. Pablo conhecerá o local onde pretendemos implantar o aterro controlado da sede do município. Esse local é considerado por nós como ideal. Realizamos recentemente testes no solo e esse se mostrou propicio ao aterro. Pretendemos fazer o mesmo projeto de aterro controlado nos distritos de Pilar e Santa Rosa, mas precisamos fazer tudo em conjunto com o MPF e cumprir todos os requisitos que forem necessários”, pontuou o Prefeito Everton Rocha.