A prisão do vereador Hermógenes Almeida, desencadeada pela corregedoria do estado, traz a tona também, uma investigação realizada pelo Ministério Público de Senhor do Bonfim que apurou uma denúncia de emissão de certidão falsificada.

O MP, por intermédio do promotor, Dr Rui Sanches, ajuizou uma ação civil pública de Improbidade administrativa contra Moge e o senhor José Luiz de Souza, residentes em Carrapichel.

Consta da denúncia, que em 13 de junho, de 1999, Hermógenes Gomes de Almeida, na condição de oficial do cartório de registro civil, do distrito de Carrapichel, município de Senhor do Bonfim, efetuou o registro de nascimento de Dominique Elizabeth Pereira Dias, como sendo filha de José Luiz de Souza e Avany Maria Gomes de Souza, tendo plena consciência de que a recém-nascida era filha biológica da então adolescente Elenilde Pereira Dias.

Apurou-se durante a investigação, que no cartório onde foi realizado o registro, foram encontradas duas declarações de nascido vivo referente a mesma criança, uma atribuído a maternidade de Elenilde Pereira Dias, e a outra, falsa, a Avany Maria Gomes de Souza.

Confira abaixo, trecho da denúncia:

Confira abaixo, recorte com os pedidos pleiteados pelo Ministério Público:

Apesar do fato ter sido registrado em 1999, a ação porposta pelo MP foi ajuizada em 2017 e segue na justiça local.

No link abaixo, segue na íntegra ação proposta pelo MP, click em cima para visualizar.

..Improbidade