Um cidadão em Senhor do Bonfim, entrou com ações no Ministério Público, Ministério Público Federal e Polícia Federal, contra os desmandos financeiros praticados pelo Instituto Caminhada, que durante um período de 11 meses, esteve gerenciando o Hospital Dom Antônio Monteiro.

Revoltado com a situação, o cidadão pede uma   rigorosa apuração dos fatos e cobra a divulgação do balancete financeiro.

 

VOSSA EXCELENCIA Sr. Promotor de Justiça

( WASHINGTON DA SILVA SANTOS ), (brasileiro), (solteiro), ocupação (empreendedor) escolaridade , cursando curso SUPERIOR ADMINISTRACAO documento de identidade nº (1267283726), BA CPF nº (028.841.735.60), residente e domiciliado na (rua bom jardim ),N 18 CEP (48970.000), (senhor do Bonfim Bahia ), tel/ (074)99143.7125
venho denunciar contra o ( INSTITUTO CAMINHADA .) ASSOCIACAO CIVIL DE NATUREZA PRIVADA ( INSCRITA ) NO CNPJ sob o n; 07.408.449/0001.32 com sede na rua dos contabilistas N 101 bairro/ centro cidade / feira de Santana /BA

Venho denunciar como cidadão brasileiro já que se trata de gestão publica ( Mediante aos fatos de suspeita de fraude com o dinheiro publico ocorridos na gestão do instituto caminhada citado acima quando assumiu o hospital ( DOM ANTONIO MONTEIRO ) nesta cidade senhor do Bonfim

A CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES de Senhor do Bonfim
Convocou o instituto caminhada para uma audiência publica
( Nos fins de suas atribuições como fiscalizador )

Em resposta Foi notificado pelo instituto caminhada com um oficio: 63/2018 nesta data 12 de novembro 2018 que
Se negando a comparecer a convocação para uma audiência publica anexo oficio /

Como cidadão comunico ao ministério publico de senhor do Bonfim

Sr. Promotor de Justiça

Todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral (inciso XXXIII do art. 5º da Constituição da República). Para tornar essa premissa realidade, foi criada a Lei de Acesso à Informação (Lei n. 12.527, de 2011).

O Ministério Público é o órgão responsável pela defesa dos interesses sociais de forma a garantir a cidadania em uma sociedade. Dessa forma, qualquer pessoa pode enviar uma denúncia ao Ministério, quando for vítima ou presenciar alguma situação em que os direitos humanos sejam desrespeitados.