De acordo com informações colhidas pelo Blog Geraldo José, e confirmada por despachantes que atuam no setor automotivo, inclusive com fotos, veículos apreendidos em Juazeiro, por qualquer tipo de irregularidade, terão que correr contra o tempo para retirar seu veículo do pátio da 8ª Ciretran, sem o ônus de arcar com despesa extras para retirá-lo em Senhor do Bonfim, local para onde estão sendo transferidos, após vencido o prazo burocrático para essa transferência.

De acordo com as informações, desde a semana passada caminhões estão recolhendo motos do pátio do Ciretran e levando para Senhor do Bonfim. ”A informação que nos passaram é que os veículos apreendidos só ficarão aqui por alguns dias, sendo então levados para Sr. do Bonfim, o que vai certamente gerar custos de guincho e armazenamento para o dono da moto ou outro veículo, fora as dificuldades e o custo de deslocamento do proprietário para outra cidade”, informou.

A fonte não soube informar se a transferência desses veículos tem alguma relação com os fatos ocorridos recentemente na Ciretran, que resultou na prisão e exoneração de funcionários envolvidos numa fraude e na nomeação de um novo diretor, dos quadro do próprio Detran, para a 8ª Ciretran, em Juazeiro.

Por enquanto, segundo uma fonte, apenas motos estão sendo transferidas para Senhor do Bonfim, mas fez outra consideração que também merece destaque: “Quando a abordagem da Polícia Rodoviária Federal identifica alguma ilegalidade e precisa recolher algum veículo, ele é encaminhado para a AMPLA, órgão ligado à Prefeitura de Petrolina, que arrecada sobre os serviços decorrentes dessa apreensão, gerando prejuizos para nosso município, que deixa de arrecadar sobre esse tipo de serviço”, destacou, pedindo providencias às lideranças que representam o município, no sentido de atuar para reverter essa situação, que considera vexatória para uma cidade do porte de juazeiro.

O Blog Geraldo José tentou um contato com a direção da 8ª Ciretran, para esclarecer o assunto, mas ainda não conseguiu falar com o novo gestor.

Da redação Blog Geraldo José