O cerco fechou contra os vereadores de Senhor do Bonfim, principalmente para os detentores de parentes em gabinetes na Câmara e com  com cargos nomeados ou carros locados na prefeitura municipal.

Tudo começou com uma denúncia que chegou ao Ministério Público, relatando a contratação de parentes por conta de alguns vereadores em seus respectivos gabinetes.

A denuncia se estendeu ao chamado favorecimento pessoal, vereadores que empregam parentes na prefeitura ou que teriam carros locados em nome de parentes próximos na estrutura administrativa municipal.

Denunciado, o vereador Cleiton Viera, teve que exonerar a cunhada nomeada como assessora no seu próprio gabinete. O vereador ainda vai ter que prestar esclarecimentos com relação a um carro locado na prefeitura de Bonfim, em nome de um primo.

Lama no Ventilador.

O caso de Cleiton é apenas a ponta do Iceberg. Existem relatos comprovados por vereadores, que a maioria dos Edis ligados ao governo tem parentes ou carros locados no município.

A “Operação Pente Fino” está apenas começando. Os vereadores tem um prazo de 10 dias para informar ao MP se tem parentes empregados na Câmara ou prefeitura.

O prefeito Carlos Brasileiro, declarou que se houver qualquer parente de vereador empregado ou com carro locado, tomará as medidas cabíveis.

Há relatos comprovados que alguns vereadores da base, pediram empregos para filhos, esposas ou parentes próximos e que teriam carros locados em nome de terceiros.

Os relatos partem dos próprios vereadores. “A lei tem que ser para todos, inclusive para o prefeito” declarou um vereador da base.

Câmara e prefeitura deverão se pronunciar nas próximas horas.