Everton Rocha

Sessão de julgamento da Comissão Processante poderá absolver ou afastar do cargo o prefeito Everton Rocha.

A CPP – Comissão Parlamentar Processante 001/2017, aberta em 30 de novembro de 2017, para apurar o cometimento de crime político-administrativo na contratação de veículos junto a empresa RGB Transportes e Locações e também pelo pagamento irregular dos automóveis contratados junto a referida empresa, pelo prefeito Everton Carvalho Rocha (PSDB), publicou no Diário Oficial da Câmara Municipal de Vereadores de Jaguarari, a data de 21 de fevereiro de 2018, para o Julgamento Final do Processo em tela. A denúncia foi protocolada pelo ex-vice-prefeito Alberto Nunes de Sá. Após quase 90 dias de intensas investigações, análises de documentos e oitivas, a CPP 001/2017 apresentará, a toda a população, o resultado dos trabalhos e o Parecer quanto a inocência ou culpa do prefeito Everton Rocha na acusação.

 

Se o prefeito denunciado for declarado culpado, será cassado do cargo e em seu lugar assumirá o vice-prefeito Fabrício Santana D’Agostino.
O prefeito acusado ainda é alvo de outra denúncia investigada pela CPP 001/2018 pela acusação de fraude em licitação.

Fonte Jaguarari On Line