Márcio Gomes presidente da Câmara de Vereadores de Jaguarari.

Assessoras “fantasmas” trabalham em uma loja credenciada de telefonia celular de Riachão do Jacuípe, conforme a denúncia.

O presidente da Câmara Municipal de Jaguarari, vereador Márcio Gomes, está sendo denunciado por nomear funcionários fantasmas na estrutura do legislativo.

A denúncia foi apresentada pelo advogado, Reges Gonçalves Costa Pinto, que segundo informa, contém provas já protocoladas das irregularidades.

A Câmara ainda não se manifestou. O advogado denunciante pede o afastamento do presidente da casa. Pela denúncia, Flávia Reis da Silva, moradora de Riachão do Jacuípe, e que trabalhava em uma loja de uma operadora de telefonia celular, recebia do legislativo jaguarariense, salários de R$ 1.200, e gratificações que chegavam R$ 770,00.

Ainda consta da denúncia, que a servidora, teria sido exonerada em julho, e teria sido substituída por Jacira dos Reis Souza, também considerada uma servidora que nunca prestou serviços na Câmara, e por coincidência trabalha também na mesma loja que Flávia trabalhou, no centro da cidade de Riachão do Jacuípe.

Pela denúncia, as duas servidoras nunca prestaram serviços em Jaguarari.

Confira denúncia apresentada na Câmara de Vereadores de Jaguarari: