No dia de ontem, nos julgamentos realizados pela Segunda Turma Criminal do Egrégio Tribunal de Justiça da Bahia, em atuação do jovem criminalista bonfinense Dr. Pedro Cordeiro, em suas sustentações orais, em especial no caso do Sargento Edwilson Sena na sustentação oral ao qual o habeas corpus não fora reconhecido por virtude de ingresso de outro habeas corpus por outro advogado, após a sustentação do criminalista Pedro Cordeiro, o Ilustríssimo Presidente Desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia da Segunda Câmara Criminal Mário Alberto Hirs, pontuou ao final que gostaria de registrar:
(…) “ Gostaria de registral as ilações de inteligência deste nobre advogado.” que mesmo não reconhecendo o habeas corpus fez frisar e reconhecer a inteligência jurídica do nosso advogado bonfinense, conforme vídeo do julgamento, no dia de ontem.
No decorrer do dia, o nobre advogado Pedro Cordeiro em mais uma atuação neste Tribunal conseguiu êxito dessa vez em decisão unânime em reconhecer a ordem de Habeas Corpus contra a decisão do Douto Juiz da Vara Crime da Comarca de Senhor do Bonfim-Ba, que teria condenado a pessoa de Marcondes Malta a uma pena de mais de 04 anos em regime fechado e que está cumprindo pena no presídio de Juazeiro-Ba, com essa decisão do Tribunal de Justiça da Bahia MARCONES TERÁ O DIREITO DE RECORRER DESTA DECISÃO (condenação) EM LIBERDADE.
No dia de hoje, MARCONDES deverá ser solto a qualquer momento.
Abaixo, segue o vídeo.

 

 

Presidente da Segunda Turma Criminal – Desembargador Mário Alberto Hirs.

Criminalista Dr. Pedro Cordeiro