Barragem de Ponto Novo teve leve aumento de volume

 

A Embasa decidiu suspender nesta terça-feira (19) o regime deracionamento de água nos municípios de Jacobina, Caém e Saúde após a Barragem de Pindobaçu transbordar com as chuvas ocorridas nos últimos dias. A novidade traz alívio à população, que passou a receber água com menor regularidade ainda no primeiro semestredeste ano. A Barragem, administrada pela Cerb, possui a capacidade de acumular 16,8 milhões de metros cúbicos de água e é responsável por atender os três municípios, através daEmbasa, e a cidade de Pindobaçu, por meio de um sistema municipal de abastecimento.

Para o gerente regional da Embasa,Vinícius Araújo, o acúmulo vai garantir mais segurança hídrica para toda a região. “Além de permitir regularizar o fornecimento de água para os municípios atendidos pela barragem, a água excedente poderá contribuir com a Barragem de Ponto Novo através do RioItapicuru”, frisou Vinícius.

Barragens do Aipim e de Ponto Novo

A Barragem do Aipim, situada em Antônio Gonçalves, também alcançounível ótimo de extravasamento. Ela possui capacidade de acumular 2,3 milhões de metros cúbicos de água, atende atualmente os municípios de Campo Formoso e Antônio Gonçalves e contribui com o Sistema Integrado de Senhor do Bonfim aduzindo água bruta até a barragem do Prata. A água excedente da Barragem também está contribuindo com a Barragem de Ponto Novo, que apresentou uma leve recuperação do seu volume, alcançando, nesta terça-feira (19) 33%, de sua capacidade.

Racionamento

Segundo Vinícius, o volume de água acumulado na Barragem de Ponto Novo é significativo mas ainda insuficiente para encerrar o racionamento de água nos municípios de Senhor do Bonfim, Jaguarari, Andorinha, Itiúba, Filadélfia, Ponto Novo e Caldeirão Grande. A cautela visa, segundo o gestor, garantir a continuidade do abastecimento por um tempo maior e evitar um colapso. “Diante da disponibilidade hídrica atual, continuaremos prudentes na oferta de água à população, reforçando a recomendação do uso racional e diminuição do desperdício do recurso hídrico”, destacou o gestor.

 

Atenciosamente

Assessoria de Comunicação da Embasa

(74) 3541-8400