Ex-ministro foi preso pela primeira vez no último dia 3 de julho, mas havia passado para o regime domiciliar nove dias depois

Revista Veja.

O ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima (PMDB) voltou a ser preso em regime fechado, pela Polícia Federal, na manhã desta sexta-feira, segundo o jornal O Globo. Geddel foi detido no último dia 3 de julho, por decisão do juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, tendo sido transferido para a prisão domiciliar nove dias depois, por decisão do desembargador Ney Bello.

A ação acontece dois dias depois da Operação Tesouro Perdido, a descoberta de um apartamento que serviria de “bunker” para o ex-ministro. Após uma denúncia anônima, a Polícia Federal fez no imóvel maior apreensão de dinheiro em espécie da história do país: 51 milhões de reais. Dono formal do imóvel, o empresário Silvio Silveira confirmou em depoimento que o apartamento estava emprestado para o uso de Geddel.

PUBLICIDADE

(Polícia Federal//)