Na audiência publica promovida pela Câmara Municipal na noite desta quinta-feira,dia 10, para discutir os problemas das motos cinquentinhas,que estão sendo apreendidas e ao chegar no Detran os representantes do órgão desconhecem os procedimentos a ser tomados enquanto as motos ficam apreendidas no patio sofrendo o desgaste ao tempo.Estiveram presentes:

-Representando o 6ºBPM, O Capitão PM Lizandro Santos-Coordenador de  Planejamento do 6ºBPM;

-Nilson Piaui de Souza-Representando os proprietários das cinquentinhas ao lado do Senhor João Jesus Santos.

img_20161110_1933528921

De forma omissa e de total desrespeito ao publico presente,bem como aos edis, O DETRAN  órgão fiscalizador e regulamentador nem compareceu  e nem tão pouco justificou a ausência,causando indignação ao presidente da Câmara, Vereador Laércio Muniz e aos presentes,o governo Municipal como de costume manteve sua prevaricação e  inercia não se fazendo representado ao evento,mais uma vez mostrando sua omissão.

O Vereador Helson de Carvalho do PMDB lamentou a ausência do DETRAN e DMTRANS,bem como de alguns vereadores que não compareceram e nem justificaram a ausência. Helson disse que a solução seria uma tolerância na fiscalização por parte dos órgãos lamentalvemte ausentes naquela sessão,Helson pediu ao presidente da Câmara ,vereador Laércio Muniz, a realização de uma nova sessão,voltando a oficializar os convites todos outra vez para ver se os faltosos compareçam.

O Vereador Gerivaldo Sampaio do Democratas,culpou as concessionários e ao governo,que não limitaram  no passado um prazo de regularização destes veículos automotores.

O Presidente da Câmara Municipal ,Vereador Laércio Muniz,acatou a reivindicação do vereador Helson de Carvalho  e agendou uma nova audiência para o dia 18 de novembro e que ele pessoalmente vai contactar aos órgãos faltosos como DMTRANS E DETRAN..

Ascom