São cumpridos sete mandados de prisão preventiva no interior da Bahia - Foto: Luiz Tito | Ag. A TARDE
São cumpridos sete mandados de prisão preventiva no interior da Bahia

Uma organização especializada em fraudes em licitações e desvio de recursos públicos é investigada na Operação “Prima Facie”, deflagrada na manhã desta quarta-feira, 19, pela Polícia Federal (PF). De acordo com órgão, o alvo do grupo era contratos de transporte escolar.

São cumpridos sete mandados de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e 23 mandados de busca e apreensão nos municípios bainos de Araci, Crisópolis, Euclides da Cunha, Monte Santo, Paripiranga, Ribeira do Pombal e Sátiro Dias.

Conforme a investigação, as licitações eram direcionadas para empresas controladas pelo grupo. Eles também mantinham empresas de fachada para participar das licitações para simular uma concorrência.

A investigação começou em 2011, em Santa Brígida, e depois foi ampliada para outros municípios. Essa ação é um desdobramento da Operação “Making Of”, deflagrada em novembro de 2015, e da primeira fase da “Prima Facie”, realizada em dezembro de 2015.

Os investigados responderão pelos crimes de fraude à licitação (artigo 90, Lei 8.666/90), peculato (artigo 312, Código Penal), lavagem de dinheiro (artigo 1o, Lei 9.613/98) e organização criminosa (artigo 2o, Lei 12.850/2013).

A tarde