Se a disputa pela prefeitura de Salvador terminassem hoje, ACM Neto (DEM) seria reeleito no primeiro turno.

acm-neto-entrevista-20110215-original2

Se a disputa pela prefeitura de Salvador terminassem hoje, ACM Neto (DEM) seria reeleito no primeiro turno com um número de votos quatro vezes maior do que a soma total dos outros seis candidatos, aponta o novo levantamento do Instituto Paraná, encomendado pela TV Record Bahia. Na pesquisa estimulada, em que é apresentada a lista com os nomes dos concorrentes, o democrata lidera com 68,8% da preferência.

Em segundo e terceiro lugares vêm Alice Portugal (PCdoB) e Pastor Sargento Isidório (PDT), com 7,9% e 6,4%, respectivamente. Célia Sacramento (PPL) aparece com 1,3%, seguida por Fábio Nogueira (Psol), escolhido por 0,7% dos entrevistados. Nas últimas colocações estão Da luz (PRTB), com 0,5%, e Claudio Silva (PP), com 0,1%.  Juntos, os adversários de Neto somam 16,9%. O índice de indecisos é de 6,7%, enquanto 7,5% disseram que não votariam em nenhum candidato.

Na pesquisa espontânea, quando não são apresentados nomes, Neto foi escolhido por 43,3% dos eleitores, aproximadamente 40 pontos percentuais a mais que Alice, citada por 2,1%. Isidório aparece com 1,8% e 1,1% apontaram outros nomes. Nesse cenário, o número de indecisos é de 45,7%. Os que não votariam em ninguém somam 6,1%.

Perguntados sobre quem acham que vencerá a eleição na capital, independente da preferência, 80,1% apontaram Neto. Para 3,8%, Alice ganhará a corrida pelo Palácio Thomé de Souza, ante 2,9% de Isidório. Célia, Da Luz, Fabio Nogueira e Cláudio Silva não atingiram 1%. Outros 11,6% afirmaram não saber qual dos sete candidatos a prefeito sairá vitorioso nas urnas.

Os números do Instituto Paraná são muito semelhantes aos do Ibope, divulgados em 22 de agosto pela TV Bahia. Na  pesquisa estimulada, Neto apareceu com 68% das intenções de voto, contra 8% de Alice e 6% de Isidório. Juntos, os demais somaram 3%. A única diferença está na sondagem espontânea do Ibope, em que o democrata obteve 52%, quase dez pontos a mais do que a do Paraná.

.

RejeiçãoQuando indagados sobre em qual candidato não votaria de jeito nenhum, Da Luz aparece em primeiro lugar, com 33,4% de rejeição. Alice foi citada por 23,8%, ante 22,9% de Isidório. Na sequência, vêm Célia (16,1%), Neto (12,1%), Fábio Nogueira (10,7%) e Claudio Silva (9,7%). Indecisos totalizam 9,2%, enquanto 7,5% disseram que poderiam optar por qualquer um dos sete.

O Instituto Paraná mediu também o posicionamento do eleitorado da capital sobre a disputa pela Câmara de Vereadores. Apenas 23,9% disseram já ter escolhido candidato. No entanto, 59,9% ainda não sabem em quem vão votar em outubro. Nulos e brancos totalizaram 13% e 3,2% não opinaram.

Para o levantamento, foram ouvidos, entre os dias 26 e 30 agosto, um total de 760 eleitores, estratificados por sexo, faixa etária, grau de escolaridade, nível econômico e posição geográfica. A coleta de dados, segundo o instituto, se deu por meio de entrevistas pessoais, sendo 20% delas com acompanhamento. A amostra tem índice de confiança de 95%, com margem de erro de 3,5%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número  BA-07272/2016.