quadrilha-saidinha-bancaria-prf

Dois homens e duas mulheres foram presos na tarde de quarta-feira (29) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no KM 431 da BR-116, no viaduto de acesso à Estrada do Feijão, em Feira de Santana.

De acordo com a PRF, os quatros são acusados de integrar uma quadrilha especializada em “saidinhas bancárias”, crime que consiste no assalto ou furto realizado logo após a vítima sacar dinheiro em agências bancárias ou caixas de autoatendimento.

De acordo com o delegado Euvaldo Souza Costa titular da Delegacia de Santo Estevão, César Augusto de Jesus, Carlos de Oliveira Cruz, Cláudia Vieira da Rocha e Ana Célia da Costa Alencar, roubaram uma idosa de 79 anos, que foi a uma agência sacar seis mil reais em Santo Estêvão.

“A quadrilha se articulou dentro do banco, fez a campana, e conseguiu ver a hora em que a vítima sacou o dinheiro. Eles em quatro começaram a acompanhar a vítima e usaram um velho golpe de deixar um objeto cair no chão. Logo sem seguida alguém, que seria a vítima, encontra o objeto e a associação criminosa oferece um brinde a quem achou. A filha da idosa até suspeitou da ação, mas eles insistiram muito e elas aceitaram a recompensa. Mesmo assim a filha avisou a mãe para ter cuidado com a bolsa. Um dos meliantes ao perceber que a idosa não iria cair no golpe, se apropriou a força da bolsa, contendo os seis mil reais”, detalhou o delegado ao Acorda Cidade.

Ele disse ainda que a quadrilha tenta atrair as vitima de todas as formas, inclusive mostrando falsos volumes de dinheiros. “É importante não aceitar a facilidade das recompensas. O dinheiro fácil atrai grandes problemas ou prejuízos como acontece com as vítimas destes golpes”, alertou o delegado.

quadrilha-saidinha-bancaria-prf-2

A prisão

Após o crime os quatro fugiram no veículo HB20, de placa FMV-1730, licença de Campinas (SP). O veículo foi abordado em Feira de Santana pela PRF, que foi avisada pela Polícia Militar, sobre o roubo. Durante a abordagem foi encontrada além do valor roubado, uma bolsa com a identidade da vítima.

De acordo com a PRF, quadrilha já havia sido identificada como autora do mesmo crime em Capim Grosso, onde, no dia 17 de junho, roubaram R$ 2 mil de uma mulher.Todos foram presos e autuados em flagrante.

.

Acorda Cidade