carnabaiba03

O fechamento por três meses do garimpo de esmeraldas na Serra de Carnaíba em Pindobaçu, está deixando os trabalhadores do garimpo sem nenhuma condição de sobrevivência. A situação foi relatada na Assembléia Legislativa nesta segunda-feira(23/11), pelo deputado Adolfo Menezes (PSD).

 

De acordo com o parlamentar a mina está fechada a 20 dias e os trabalhadores que não te carteira assinada nem nenhuma garantia de emprego não estão com nenhuma assistência. “Já estive com o governador Rui Costa, mas até agora nada foi feito”, completou o parlamentar. O fechamento do garimpo foi determinado pelo Exercito Brasileiro, depois que uma investigação identificou o desvio de dinamites adquiridas para o garimpo que estavam sendo usadas em explosões de caixas eletrônicos.

O deputado explicou que o garimpeiro responsável pelo desvio já foi identificado. “O fechamento penaliza milhares de trabalhadores por causa de uma ou dois garimpeiros”, afirma. O deputado está pedindo ao governo que determine a liberação de cestas básicas ou tro tipo de ajuda para esses trabalhadores. “Eles são avulsos, não têm carteira assinada, portanto se não tem trabalho não ganham nada”, disse. Menezes afirma ainda que os grandes comerciantes não estão sofrendo tanto, mas a preocupação dele é com a massa de garimpeiros que está sem trabalho.Por:Noticialivre