O Bonfinense Filipe Kupi, de 19 anos, estudava Direito na UNEB. No último dia 18, ele foi atropelado e, devido a velocidade do veículo que fugiu do local e ao impacto, ainda foi arrastado por 10 metros e não resistiu, falecendo no local.

O jovem Filipe Kupi, que faleceu após ser atropelado comoveu a cidade de Senhor do Bonfim, Bahia, pois era muito querido por todos.

O jovem Filipe Kupi, que faleceu após ser atropelado comoveu a cidade de Senhor do Bonfim, Bahia, pois era muito querido por todos.

Os policiais que atenderam primeiro a ocorrência do atropelamento informaram que, quando chegaram ao local, o corpo estava no meio da pista e já estava sem os sinais vitais. A SAMU chegou logo em seguida e atestou o óbito. Diante disso, entraram em contato com o IML que deslocou uma viatura até o local do acidente. A Polícia Técnica periciou o local, colhendo o depoimento de uma testemunha ocular que presenciou toda a ação e omissão do motorista. O corpo de Filipe foi levado na carroceria da viatura da Polícia Técnica.

Como ocorreu o acidente: o veículo vinha em altíssima velocidade e colidiu com Filipe, reduzindo um pouco a velocidade, mas não freou. Com a batida, Kupi foi arremessado, e ao cair no chão, ele ainda foi arrastado na pista por cerca de 10 metros até parar, mas o corpo estava a cerca de 50 metros do local da colisão sofrendo diversas fraturas, nas pernas e braços, além de um corte no crânio, mas nenhuma fratura foi exposta.

Desmentindo alguns boatos, o corpo e o sangue dele não apresentavam sinais de álcool. Ele estava vestido com camiseta, bermuda e sandália. Ele não vinha de nenhuma festa. Há ainda o fato de se encontrar com ele apenas a identidade e uma chave. Nem dinheiro ele tinha no momento. Ainda segundo a testemunha, o retrovisor do veículo não caiu. Foi entregue aos policiais a moldura do farol de milha, que também está faltando no veículo suspeito.

Veículo Ford, cor prata, placa OKM 0668, licença de Juazeiro, Bahia.

Veículo suspeito é da marca Ford, cor prata, placa OKM 0668, licença de Juazeiro, Bahia.

O que mais intriga é que o suspeito e todos os envolvidos estão foragidos e até o momento não foram encontrados. Segundo informações, o Gilson da foto abaixo seria sobrinho de um ex policial federal   de Juazeiro, e não de um juiz federal, conforme publicado anteriormente.

O Perfil do suspeito no Instagram, que seria sobrinho de um ex-policial federal , já está bloqueado e sem foto.

suspeito

Uma página do Facebook Eu digo NÃO, eu grito Basta escreveu um texto pedindo justiça: 

“O rapaz da foto é Filipe Kupi, 19 anos. Acredite, era um exemplo de vida e luta. Super carismático, dedicado aos estudos e veio de Senhor do Bonfim estudar Direito na UNEB em Juazeiro e buscar uma vida melhor para a sua família. Infelizmente, na madrugada do dia 18/10 ele foi atropelado por um burguesinho irresponsável, que negou socorro e continua foragido. Testemunhas disseram que o suspeito estava em altíssima velocidade e com o carro cheio de outros jovens gritando e com o som alto. Não podemos deixar que um filhinho de papai irresponsável que acabou com o sonho de uma família fique impune, pois estão querendo abafar o caso, usando a influência e vencendo pelo esquecimento. O DINHEIRO NÃO PODE CALAR A VOZ DA JUSTIÇA! NÃO DEIXE QUE ESSE FATO SEJA ESQUECIDO! Não usaremos este espaço para acusar ninguém, até porque, por mais que todos saibam que foi, não cabe a nós o papel de julgar. Mas precisamos que você ajude e compartilhe esta informação, para que todos saibam que embora tenha sido considerado uma fatalidade, a postura dos suspeitos mostra que ele não será a última vítima.”

Amanhã, 22, em Juazeiro, será realizada na Avenida Santos Dumont, onde Filipe foi atropelado e morto, uma manifestação às 11h30.