No final da tarde desta segunda, foi realizada uma reunião, na sede do distrito de irrigação de Ponto Novo, com agricultores e lideranças do distrito, associações e lideranças políticas, com o objetivo de discutir o futuro do distrito de irrigação, que só poderá arcar com a metade do custeio da energia elétrica até o corrente mês.

Contando com um grande número dos agricultores que dependem diretamente do distrito, a reunião contou também com a presença do Prefeito Adelson Maia, vice prefeito Artur Paiva, secretário de agricultura Zenóbio Silva, presidente da câmara Arnóbio Carneiro, vereador Miguel da Silva, Edson, presidente do sindicato dos trabalhadores rurais, Milton, presidente da associação dos reassentados, e Adilson, presidente do distrito de irrigação.

Em sua fala, o prefeito de Ponto Novo mostrou disposição em entrar na luta mais uma vez, já que da primeira, o projeto quase paralisou pela falta de água, os agricultores protestaram e bloquearam a BR 407. E um dos planos é juntar as forças políticas em favor do distrito. “Porque se a gente não conseguir através da força política, iremos ter que abrir a boca, vamos para as ruas, vamos para Salvador, vamos parar a BR, agora tem que se manifestar”. Enfatizou Adelson.

O presidente da câmara, Arnóbio Carneiro destacou a importância da união entre os agricultores e lideranças “é a união em prol da sobrevivência” citou o vereador. E se dispôs para ir à luta juntamente com os agricultores.

Após a reunião, o prefeito Adelson se dirigiu à cidade de Salvador, para uma reunião na manhã desta terça,22, com o deputado Eduardo Salles, para que a situação se resolva, caso contrário, buscará apoio junto à prefeitos de cidades vizinhas, uma mobilização no comércio local, e as manifestações terão início.

ASCOM PMPN