bode

Na manhã desta terça-feira (07), o prefeito Edivaldo Martins Correia reuniu os “bodeiros”, (vendedores de carne de bode) para discutir a recomendação do Ministério Público de que a carne não seja vendida exposta ao ar livre.

Acompanhado pelo diretor de Indústria, Comércio e Turismo, Leandro Lima e pelo coordenador da Vigilância Sanitária, Marcelo Rodrigues, o prefeito salientou que entende as necessidades dos bodeiros, que precisam trabalhar, mas também destacou que a carne vendida ao ar livre gera riscos, sobretudo à saúde. “Como médico, sei que as condições em que a carne de bode é vendida hoje na cidade não são ideais, pois está exposta à poeira, mosquitos, e diversos fatores que conduzem à falta de higiene”, afirma.

O prefeito recomendou que todos os vendedores de carne de bode se organizem dentro do Mercado Municipal, que passará por limpeza e ajustes para receber a nova demanda. Até o próximo dia 01º de Maio todos estarão devidamente instalados e organizados no novo local de venda. As Secretarias de Administração e Indústria, Comércio e Turismo ficarão responsáveis por organizar e cadastrar os bodeiros.