Mara                         Mara Lisboa poderá sofrer punições  por parte da direção do Hospital Regional

A diretora do SIND+SAÚDE, em Senhor do Bonfim, Maria Ferreira de Lisboa Lima, vai responder na justiça a uma queixa crime, protocolada no Complexo Policial, com a denúncia de restrição e do direito de ir e vir do cidadão. A queixa formulada por alguns funcionários, relata que a diretora do Sindicato teria trancado sem nenhuma autorização portas e portões do Hospital Regional com cadeados impedindo que funcionários não entrassem e nem saíssem do local.

Segundo informações, o atendimento na unidade de saúde teria ficado comprometido com a atitude da diretora do Sindicato.

Mara Lisboa, confirmou durante entrevista ao programa Canal Aberto, na rádio Caraíba, com apresentação de Cleber Vieira, que de fato tinha ”trancado os portões com cadeados”, em um suposto protesto individual em favor de servidores que haviam sido demitidos.

Mara vai responder civil e criminalmente pelos atos por ela praticados. Resta saber se a direção do SIND+SAÚDE, na Bahia autorizou esse tipo de procedimento considerado uma falta grave podendo culminar até mesmo em uma demissão por justa causa.

A direção do Hospital Regional se pronunciará sobre o ocorrido ainda hoje.