jac
08:28h – Na manhã desta quinta, 06/11, estivemos nos cartórios da Praça Rio Branco onde duas mulheres iniciaram uma briga. A situação era mais seria do que imaginamos.
Segundo informações, Bárbara Rosa de Jesus, 38 anos,  aguardava sentada para encaminhar documentos para o registro de seu filho de 13 anos. A mãe conta que seu filho é fruto de estupro e que depois de muitos anos teve coragem de exigir o registro do pai.

Pessoas relatam que a agressora disse “Que bom que você está aqui”, aplicando um soco nas fontes da Barbara, iniciando uma grande confusão.

Bárbara Rosa de Jesus, é a mãe que chora e relata se sentir envergonhada e suja. Ela diz que o seu filho ainda não sabe da situação e está decidida a falar a verdade. Barbara foi acolhida em uma sala por uma funcionaria do cartório, que lhe ofereceu água e disse conhecer todo o seu sofrimento. Segundo Bárbara, o pai do seu filho aceitou e fez o exame de DNA, que deu positivo a paternidade.

A vítima seguiu em uma guarnição da Polícia Militar para a delegacia, onde irá registrar um boletim de ocorrência.

Fonte: Augusto Urgente!