MerendaMerenda 1Merenda 2

Sem nenhuma dúvida, a alimentação escolar é de fundamental importância para a criança, segundo já comprovado em inúmeros estudos e pesquisas. De acordo com publicação do Ministério da Saúde, de 2008, a merenda escolar é a principal refeição do dia para 50% dos alunos da região Nordeste e 56% da região Norte do Brasil.

Entretanto no município de Pindobaçu, precisamente em uma escola localizada na Serra da Carnaíba, a realidade parece ser bem diferente. O pai de um aluno que preferiu não ter seu nome revelado nesta matéria por temer represálias, reclama do descaso e da qualidade e quantidade de merenda servida aos alunos.

Segundo informações do reclamante, na última quinta-feira(11), teria sido servido aos alunos apenas 4 bolachas de água e sal e metade de um copo com Nescau, conforme fotos enviadas ao blog.

Ambulantes em Pindobaçu não recebem carrinhos do Programa Viva Melhor.

CarrinhosPrefeitura fez festa e ampla divulgação. E os carrinhos estão aonde?

Ambulantes  que comercializam alimentos em Pindobaçu e que poderiam ganhar uma renda extra dentro do Programa  Vida Melhor, vendendo cachorro-quente, churrasquinhos e outros,  até agora não receberam os carrinhos destinados a este fim.

Os carrinhos foram expostos em praça pública e simplesmente desapareceram causando mais uma indignação na população. Os equipamentos que deveriam ser entregues aos pequenos empreendedores do município estão em luGar incerto e ignorado. Com a palavra a prfeitura.

O que é o programa?

Vida Melhor – Urbano

PROGRAMA

O programa de inclusão produtiva Vida Melhor – Urbano atua no fomento a empreendimentos individuais e familiares da economia informal. Apoia um conjunto das atividades, destacando-se os arranjos produtivos urbanos de alimentação, costura, ambulantes, agricultura urbana e resíduos sólidos.

Estimula a produção e a comercialização, possibilitando a ampliação da renda e o desenvolvimento social através do trabalho empreendedor, em parceria com o Governo Federal, municípios e a sociedade civil. A meta é atender 60 mil famílias.

BENEFICIÁRIOS

O Vida Melhor – Urbano é direcionado para pessoas prioritariamente inscritas no CadÚnico, na faixa etária de 18 a 60 anos,  com renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo. O público prioritário é composto por trabalhadores sem carteira assinada, trabalhadores autônomos sem Previdência, desempregados, trabalhadores de empreendimentos populares, povos e comunidades tradicionais.

OBJETIVO

O programa visa complementar a estratégia de proteção social a partir do apoio à ampliação da produção e da renda das famílias. Os empreendedores da economia informal demandam apoio para ampliar os seus pequenos negócios, responsável pela renda familiar, fortalecendo, desta forma, as economias dos bairros populares.