O advogado Dr Pedro Cordeiro, confirmou  a tortura por ele sofrida perpetrada pelo delegado de polícia de Itiúba e mais dois agentes. Espancado violentamente, sequestrado e algemado, Pedro Cordeiro, foi vitima de uma ação brutal que ultrapassa os limites do estado de democracia.

Mostrando desqualificação para o cargo em que ocupa, o delegado de forma covarde , segundo conta o advogado, utilizou-se do abuso de poder, e acompanhado de mais  dois, fizeram relembrar  verdadeiras gangues de criminosos que usam de tais metódos para tentar intimidar o cidadão.

O delegado foi denunciado por uma coligação política em Itiúba, que teve como advogado Dr Pedro Cordeiro.

A OAB, Senhor do Bonfim, divulgou uma nota oficial em que mostra sua solidariedade ao advogado bonfinense, pede apuração e punição dos culpados

Confira a nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 A Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção de Senhor do Bonfim, vem a público se solidarizar com o Advogado Pedro Cordeiro de Almeida Neto, OAB-BA nº 21.394, quando em pleno exercício da sua profissão, no dia 15 p.p, foi lamentavelmente SEQUESTRADO, ALGEMADO E VIOLENTAMENTE ESPANCADO, quando estava em seu automóvel transitando na estrada entre as cidades de Itiúba eFiladélfia.

O ofendido informa que os autores do atentado foram:

O Delegado de Itiúba, o Dr. Cláudio Lima,

O Agente Paulo Adriano e o

Informante Valnei de tal.

A OAB, Subseção de Senhor do Bonfim, imediatamente, comunicou o ocorrido a OAB Seccional do Estado da Bahia para as providencias cabíveis que a o caso requer.

As razões do inusitado procedimento por parte dos agentes da Lei e seu informante deverão ser apuradas pelas autoridades constituídas, através do competente Inquérito Policial já instaurado, para que fatos desta natureza jamais se repitam e os culpados sejam exemplarmente punidos.

Senhor do Bonfim, 16 de Abril de 2014.

 

Cícero Alberto de Moura Lima Filho

Presidente