elmar-nascimento-deputado

O líder da bancada de oposição na Assembleia Legislativa, deputado Elmar Nascimento (DEM), ironizou nesta terça-feira, na tribuna do plenário, a traição sofrida pelo presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT), que teve sua candidatura a vice-governador na chapa governista preterida pelo governador Jaques Wagner, que já teria manifestado preferência pelo deputado João Leão (PP).

“O governador se comportou como um Judas, que traiu o seu maior aliado dos últimos anos, no tomaladacá mais deslavado que já ocorreu na história da Bahia”, salientou Elmar, lembrando que a indicação de Leão teria sido usada como moeda de troca pelo cargo de futuro presidente da Assembleia, que será direcionado ao filho do vice, o também deputado Cacá Leão, duas ou três secretarias e uma vaga no Tribunal de Contas do Estado.

O oposicionista também se solidarizou com Nilo, exortando que um deputado do seu valor, “um sertanejo forte que conquistou a admiração até de seus opositores, não poderia se submeter a uma humilhação dessa natureza”, completou.

Fonte: Assessoria de Comunicação