Empreendimento vai beneficiar mais de 50 mil pessoas da sede municipal

Obra do Ses Jacobina_Adriano Aleixo_Foto II 

No final do mês de setembro, a Embasa reiniciou a obra de implantação do sistema de esgotamento sanitário (SES) de Jacobina. O empreendimento compreende o assentamento de 80,2 quilômetros (km) de rede coletora, uma estação de tratamento de esgoto, uma estação de bombeamento, um emissário final, interceptores e linhas de recalque, além da realização de 11.845 ligações domiciliares, o que equivale a 70% de atendimento nas áreas ocupadas da sede municipal. O investimento total é da ordem de R$ 50,5 milhões e deve beneficiar mais de 50 mil pessoas.

Atualmente, parte da cidade dispõe de um sistema de rede coletora com pouco mais de seis mil ligações, que é operado pela prefeitura municipal e lança os esgotos, sem tratamento, no canal do rio Itapicuru, no trecho que corta as ruas do centro da cidade. O projeto de implantação do SES na sede municipal prevê a integração dessa rede ao sistema.

Para o gerente da unidade da Embasa de Senhor do Bonfim, Vinícius Araújo, a obra vai melhorar consideravelmente as condições ambientais de Jacobina, pois, atualmente, o rio Itapicuru é um “esgotão” a céu aberto, em plena cidade, que causa transtorno por conta do mau cheiro e do risco de proliferação do mosquito da dengue. “Quando o sistema estiver em funcionamento, vai permitir a coleta e o tratamento do esgoto, algo imprescindível para a despoluição do rio Itapicuru e qualidade de vida na cidade”, destacou.

Atenciosamente

Assessoria de Comunicação da Embasa

74 – 3541 8400