FECHA-SE UMA PÁGINA ENRIQUECIDA DA HISTÓRIA BONFINENSE: O FALECIMENTO DO PROFESSOR FERNANDO DANTAS

 

Professor Fernando Dantas 

 

Senhor do Bonfim e a Bahia perderam hoje, no quase raiar do dia, uma figura marcante de nossa história e de nossa cultura, o Professor Fernando Dantas da Silva. Aluno do antigo e renomado Ginásio dos Irmãos Maristas, formou-se como professor e fez diversos cursos de formação e aperfeiçoamento em inglês, idioma que ele admirava e ensinava com maestria.

 

 

Além do ensino, da gestão escolar, e do pioneirismo voltado à educação, tendo sido inclusive um dos esteios do Colégio Isabel de Queiroz, além de diretor do Colégio Olga Campos de Menezes, o Prof. Fernando Dantas notabilizou-se por uma profícua atuação na arte e na cultura, sendo sócio-fundador da Academia de Ciências, Letras e Artes de Senhor do Bonfim. Como musicista e maestro formou inúmeros músicos, como membro atuante da Orquestra da Saudade. E em diversos momentos importantes do município e região, estava ele a preparar com carinho e a reger o “Coral da Saudade”, que  se apresentava com galhardia em praça pública por ocasião das comemorações natalinas.

 

 

Excelente roteirista e diretor de teatro, produziu peças memoráveis na década de 60, como “Filhos de ninguém”, “O Filho Pródigo” e “O Natal do Pobrezinho”, encenadas sobretudo no auditório do Colégio marista. Crianças e adolescentes, recordamos com saudades esta forte presença cultural, que permeou longos anos de criatividade e arte em solo bonfinense.

 

 

Nascido a 8 de agosto de 1936, filho de Oseias Ferreira da Silva e de Antonia Dantas da Silva, teve três irmãos, a saber: Maria Lúcia da Silva Guedes, Edson José da Silva e Manoel Ferreira Silva.

 

 

Senhor do Bonfim e a Bahia perdem neste dia uma personalidade ímpar, única, que marcou em letras de fogo sua rica presença cidadã. Saudades, Professor Fernando Dantas!

ASCOM Paulo Machado