encontro de palhaços 1

O projeto surgiu da necessidade de articulação entre os artistas que atuam como palhaço no território. Assim, propomos discutir a sustentabilidade do circense realizando cortejos, palestras, seminários, (picadeiros do sertão) e três oficinas: palhaço, acrobacias de solo e malabares.

O evento visa promover intercambio artístico/cultural entre circenses itinerantes e artistas do “circo contemporâneo” residentes no território, com o intuito de contribuir na formação de iniciantes nas artes circenses e fomentar a qualificação da linguagem no semiárido baiano, como também a importância do circo para a cultura local. O projeto tem o apoio financeiro do Calendário das Artes, Funceb, Secult e Governo do Estado da Bahia. Conta ainda com o apoio da Filarmônica União dos Ferroviários, Novo Leste Hotel, Wagner Rosa, Colégio Estadual Cazuza Torres e SVJ vídeo digital. A produção e realização são do Núcleo Aroeira de Arte (Associação Artística Cultural e Educacional do Semiárido Baiano).

Comunicação Aroeira