marcelo 1 niloNilo garantiu que vai manter o trabalho austero, neste quarto mandato como presidente da Alba.

 

Após a confirmação do seu nome para exercer, pela quarta vez consecutiva, a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Marcelo Nilo reassumiu a condução dos trabalhos da sessão que elegeu em votação secreta, os integrantes da Mesa Diretora da ALBA para o biênio 2013-2015, no dia 01 de fevereiro de 2013. Marcelo Nilo foi reeleito de forma inédita, com 61, dos 62 votos e emocionado, falou sobre sua trajetória política e agradeceu a expressiva votação dos pares.

Nilo disse que assume o novo mandato com a mesma vontade e energia da primeira eleição. “Ter o apoio de 61 deputados dos 62 votantes representa um momento ímpar na minha vida”, afirmou. O presidente contou que a convivência com expoentes da política baiana trouxe ensinamentos os quais carrega durante toda vida. Do senador Jutahy Magalhães, aprendeu a necessidade de cumprir os compromissos acordados; do ex-governador Roberto Santos, aprendeu a lição de manter a coerência nos atos e nas ideias. Já a amizade com o governador Jaques Wagner trouxe o ensinamento de como conviver com a divergência. “Sou uma pessoa que aprendeu desde cedo o valor da gratidão e é esse o desejo que tenho pelo governador Jaques Wagner, um homem sério, honrado e republicano. Mas quando sento na cadeira da presidência do Poder Legislativo, ajo com independência, buscando a harmonia com outros poderes”, disse.

O presidente citou alguns avanços implementados pela sua gestão à frente do Legislativo baiano. A lei do nepotismo, a construção do anexo edifício Senador Jutahy Magalhães, construído com recursos próprios, a consolidação da Fundação Paulo Jackson. que administra o Canal Assembleia, a Assembleia Itinerante e a redução em 30% do custeio da Casa Legislativa foram destacadas. “Pela primeira vez em duas décadas não houve suplementação orçamentária vinda do Estado, nós somos a quarta Casa Legislativa mais austera e a terceira mais transparente do país”, ressaltou.

Por fim, Marcelo Nilo agradeceu, novamente, o apoio de todos os deputados, e encerrou a sessão, convocando a todos para a sessão solene e a 3ª Sessão Legislativa da 17ª Legislatura, que será realizada no dia 15 de fevereiro, com a presença do governador Jaques Wagner.

MESA DIRETORA

Além do presidente da Casa, foi eleito para a 1ª vice-presidência, com 56 votos, deputado Yulo Oiticica (PT). O 2º vice, deputado Sandro Régis (PR), teve 59 votos, e a 3ª vice-presidência ficou com o Nélson Leal (PSL), que conseguiu 59 votos. O primeiro secretário da nova Mesa Diretora é o deputado Paulo Azi (DEM), que obteve 60 votos. O 2º secretário eleito foi o deputado Rogério Andrade (PSD), que teve 57 votos, enquanto o 3º secretário, Fabrício Falcão (PC do B), ficou com 58 votos. A 4ª secretaria será ocupada pela petista Fátima Nunes, que obteve 59 votos.