Resolução do Contran exige curso de direção defensiva para motoboys e mototaxistas, além de especificar normas de segurança e regras como equipamentos obrigatórios. (Foto: Reprodução TV Tem)Resolução do Contran exige curso de direção defensiva para motoboys e mototaxistas, além de especificar normas de segurança e regras como equipamentos obrigatórios. (Foto: Reprodução TV Te

Entrou em vigor neste sábado (2) a norma do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que determina novas regras para mototaxistas e motofretistas em todo o país. Além de equipamentos de segurança, é preciso que os profissionais passem por um curso. A nova resolução exige também que o transporte de produtos seja feito em pequenos baus, instalados na traseira da moto e sinalizados com material refletivo. O trabalhador deve ter habilitação na categoria “A” há pelo menos dois anos e deverá constar que exerce função remunerada no documento.

Ainda de acordo com a resolução, a pessoa que queira trabalhar como mototaxista ou motofretista, deve ter mais de 21 anos. O veículo terá que passar por inspeção semestral. A multa para quem descumprir todas essas regras pode chegar a R$ 191,54, apreensão da moto e a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).