projeto rondon jaguarari

O Projeto Rondon concluiu na noite de sexta-feira, dia 25 de janeiro, a “Operação Canudos 2013” no município de Jaguarari. Foram treze dias de intensas atividades (13 a 26 de janeiro), na sede e no interior do município (Flamengo, Gameleira e Pilar).

 

Vinte rondonistas vindos da Paraíba e Minas Gerais, representando a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho, da Fundação João Pinheiro, de Minas Gerais, divididos em dois grupos de oito universitários voluntários cada, coordenados por dois professores universitários em cada grupo, dividiram experiências e saberes com a população local, em oficinas temáticas, as quais abordaram: Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde.

 

Durante a passagem do projeto por Jaguarari, os rondonistas apontaram potencialidades e deficiências detectadas que precisam ser trabalhadas pela gestão pública, em parceria com seus munícipes.

 

Um relatório abordando tais potencialidades e deficiências será preparado em um prazo máximo de 30 dias e encaminhado ao governo municipal, universidades colaboradoras e ao Ministério da Defesa, coordenador do Projeto  Rondon, para que políticas públicas sejam criadas e aplicadas, para correção de eventuais deficiências e melhor aproveitamento de potencialidades.

 

Porém, antes mesmo do relatório conclusivo, os coordenadores do Projeto Rondon, Dailton Lacerda e José da Paz, em entrevista à rádio Rainha FM, comentaram parte do diagnostico que será oficializado em relatório. Ambos se disseram impressionados com a rica cultura popular encontrada, como: samba de palma, candomblé, banda de pífanos, rezadeiras, parteiras, cultura do umbu, carrancas, artesanato da palha, dentre outras, em potencial de incentivo junto ao governo federa, além do potencial turístico, com belas cachoeiras, trilhas, vegetação, e a extração do minério de cobre, realizada pela empresa Mineração Caraíba S/A.

 

O relatório a ser concluído, deve abordar qualidades e deficiência quanto à segurança pública, saúde, direitos humanos e geração de emprego e renda.


O Secretário de Planejamento e Administração, José Roberto (Zé Roberto), ressaltou que o diagnóstico prévio dos rondonistas está de acordo com o que se imaginava. Para os Secretário, esse trabalho dá à gestão municipal mais clareza de onde deve atuar de forma mais intensa.

 

Zé Roberto informou que o potencial turístico de Jaguarari, amplamente destacado pelos rondonistas será melhor incentivado e explorado. E que para isso, o Diretor do Departamento de Cultura, José Crescencio  está buscando junto a BahiaTrusa, projetos que possam atrair o turismo, incluindo, inclusive num rol turístico, a Mineração Caraíba.

 

Zé Roberto também destacou os avanços conquistados na educação e que a meta do atual governo é encerrar esta gestão entre os melhores municípios baianos no campo educacional.

 

Nesta operação, o Projeto Rondon esteve presente em vinte municípios, dividido em três estados: Bahia Pernambuco e Piauí.  E a Operação Canudos 2013 foi encerrada na noite de sábado, no município de Petrolina, onde os rondonistas apresentaram o relatório prévio de toda operação.

 

 

 

Foto: Clédson Carvalho

 

Texto: Cosme Bonfim