O promotor eleitoral André Luiz Silva Fetal pediu hoje a cassação da candidatura de Adolfo Menezes (PSD) à prefeitura de Campo Formoso. Além disso, pediu à justiça que ele fique inelegível por oito anos. O pedido do Ministério Público se deu em ação movida pela coligação que concorre contra Adolfo em Campo Formoso.

O promotor entendeu que em entrevistas, carros de som e outdoors, Adolfo Menezes (PSD) fez campanha antecipada, o que fere a lei eleitoral. O pedido diz que pode ser cassada a candidatura ou o diploma, caso não seja julgado antes da eleição e ele seja eleito.

Em Campo Formoso, um outro candidato, o ex-deputado e ex-prefeito José Santana, já foi cassado por problemas com um convênio feito na época que foi prefeito. Por conta disso, é grande a expectativa que o juiz eleitoral da cidade seja rigoroso e aja no caso Adolfo da mesma forma que procedeu no caso Santana, quando acatou o pedido do Ministério Público.

.