Atento às questões da seca que ainda afeta a região, o Governo de Senhor do Bonfim, através da Secretaria Municipal de Agricultura continua intensificando as ações de apoio aos pequenos produtores rurais do município.

No último final de semana a Seagri fez a distribuição de 10 toneladas de ração animal nas comunidades de Caldeirão de Dentro, Tapuia, Rancharia e Campo do Meio. Cerca de 120 pequenos produtores foram contemplados com a ação que conta com o apoio da Agrovale (doadora do volumoso), das associações de produtores locais e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

De acordo com o Secretário de Agricultura de Senhor do Bonfim, Luciano Francisco de Souza as doações terão continuidade. “Toda semana haverá a distribuição de ração. Estamos envolvendo as associações para identificarmos o número de criadores e a quantidade de animais para que se faça a distribuição desse volumoso de acordo com a necessidade de cada um” – explicou o secretário.

Além disso, o Governo Municipal tem atuado desde o início da seca em outras frentes: intensificado o abastecimento de água para consumo humano, através do serviço de carros-pipa; recuperando poços para atender a necessidade das criações; distribuindo 14 toneladas de sementes para plantio; entregando vales, arroz e feijão para as comunidades afetadas; buscando convênios para limpeza de aguadas; movendo ações de recuperação das estradas vicinais que dão acesso às comunidades no intuito de facilitar o escoamento da produção e promovendo o Confinamento Coletivo de Matrizes Leiteiras. Além disso, o Governo Municipal adquiriu junto à CAR e a SETLAN uma retroescavadeira.

O Secretário de Agricultura pontua alguns resultados e faz um balanço do quadro: “Nós fizemos o projeto espelho do confinamento que deu muito certo e, diga-se de passagem, está indo muito bem. Estamos conseguindo diminuir pelo menos na região de Quicé o índice da mortalidade [dos animais], mas sabemos que isso é pouco porque nós temos apenas 25 produtores atendidos pelo confinamento. E os que estão em torno do confinamento têm necessidades. Sabemos que as chuvas que tivemos nos últimos dias não foram suficientes para criar forragem e diminuir o prejuízo dos produtores, por isso estamos estendendo [o auxílio] para essas comunidades para que as pessoas sejam contempladas com alguma ação da secretaria” – disse Luciano Francisco.

Parceiros – A EBDA, a EBAL, a Agrovale, as Associações de Produtores Rurais e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais atuam junto com o Governo de Senhor do Bonfim nos trabalhos de amenização dos efeitos da seca, seja com a disponibilização de assistência técnica, na logística ou na doação de alimentos.

Ascom

Compartilhe isso