Diante de comentários a respeito de um possível pedido de exoneração da atual Secretária de Educação de Senhor do Bonfim Maria das Neves de Aquino Dourado, o prefeito Paulo Machado reafirmou que não se cogita tal fato, e que o governo municipal não pode dispensar as ações de alguém que vem imprimindo um ritmo de sucesso no processo educacional bonfinense.

“A Professora Maria das Neves é um exemplo típico de uma gestora que consolidou as políticas públicas de educação em Senhor do Bonfim, com um toque determinado e local. Efetivou projetos e programas, implantou novas políticas e deu à educação municipal uma solidez invejável. Os resultados de sua gestão foram confirmados nos índices do ideb que vêm de ser publicados, nos quais Senhor do Bonfim superou os números e metas estabelecidos para o município pelo próprio MEC –INEP”, afirmou o Prefeito Paulo Machado.

De acordo com o prefeito na gestão da Professora Maria das Neves a educação municipal amadureceu e teve definidos caminhos balizadores e fundamentais:

1) Investimento na qualidade e oferta de educação, desde acreche ao ensino superior; o ensino foi adaptado à realidadedo semi-árido, inclusive com publicação de material didático próprio;  apoiou-se a cultura, a educação através de arte, cultura, música, artesanato nos currículos escolares; articulou-se educação com saúde e esporte, em projetos especiais;

 

2) Apoio à Criação e consolidação de novas faculdades no município (UNIVASF, UNIVERSIDADE ABERTA, FACULDADE CENECISTA).

3) Forte investimento na melhor e maior oferta de educação municipal de boa qualidade, com avanços na infra-estrutura escolar, na oferta de merenda escolar de qualidade, de transporte escolar, de aquisição de produtos da agricultura familiar.

 

4) Implantação de programas de educação em tempo integral(o dia inteiro, com vários tipos de atividades fora di tradicionalcurrículo escolar).

 

5) Ampliação de quantidade e qualidade de creches municipais, com a construção de quatro novas grandes creches, garantia de um ensino fundamental de maior qualidade, no quadro de um ensino de nove anos.

 

6) Continuidade da valorização dos professores e outros funcionários da educação municipal, com salário digno e condições de trabalho,aprovando-se um invejável Plano de Cargos e Salários.